• Assessoria de Comunicação

Sindicomunitário-SP marca presença no lançamento da Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora



Lideranças de sete das principais centrais sindicais do País se uniram para levar uma pauta unificada aos candidatos à presidência da República.

O presidente do Sindicomunitário-SP, companheiro Jailson, acompanhado do secretário geral João Paulo de Souza, representou o Sindicomunitário-SP em um importante evento que aconteceu nesta quarta-feira, dia 06/06, no Sindicato dos Químicos de São Paulo.

Trata-se do lançamento da Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora, que envolveu sete centrais sindicais (CSB, CTB, CUT, Força Sindical, Intersindical, NCST e UGT) que apresentaram um documento com 22 propostas que será entregue aos candidatos à presidência da República que disputarão as eleições de outubro deste ano. Essas proposições abrangem aspectos para o desenvolvimento econômico, social e ambiental do Brasil.

Entre as propostas, está a revogação da reforma trabalhista, que entrou em vigor em novembro de 2017, sob o argumento de gerar emprego e promover o desenvolvimento econômico do país, e que foi amplamente rejeitada pelos representantes da classe trabalhadora.

O documento, claro e objetivo, foi distribuído a todos os participantes e pode ser lido CLICANDO AQUI.

“Está muito evidente para nós, que sempre representamos e defendemos as categorias profissionais às quais pertencemos, que o atual governo está fazendo uma verdadeira ‘caça às bruxas’ aos sindicatos de trabalhadores, iniciada com a reforma trabalhista”, diz o presidente do Sindicomunitário-SP, José Jailson. “A começar pela tentativa de extinguir a mais importante fonte de receita dos sindicatos, a contribuição sindical, passando por novas normas de contratação de trabalhadores, o que estamos assistindo é um agravamento cada vez maior do desemprego no País”, concluiu.


Os companheiros Jailson (esq.) e João Paulo de Souza (dir.) com o presidente interino da Força Sindical, Miguel Torres (centro).

Dentro desse espírito, o documento também traz a possibilidade da volta da contribuição sindical, o direito de negociação coletiva para os servidores públicos, entre outros pontos.

Outro ponto importante, de interesse direto dos agentes de saúde, é o que pede o fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS).

No dia 10 de agosto, antes das eleições, as centrais realizarão o “Dia Nacional de Luta”, uma mobilização contra crise e o desemprego. O intuito é dar mais visibilidade as propostas reunidas na Agenda.

CLIQUE AQUI PARA CONHECER AS PROPOSTAS DA AGENDA PRIORITÁRIA DA CLASSE TRABALHADORA

#ReformaTrabalhista #ForçaSindical #JoséJailson #CentraisSindicais #Agenda #classetrabalhadora

0 visualização

© 2017 por David Paiva

Av. Prestes Maia, 241 - 43º andar - Conj. 4301 - Vale do Anhangabaú/SP CEP 01031-001 -  (11) 3313-7495 ou (11) 3311-8521