• Assessoria de Comunicação

Sindicomunitário participa de audiência pública do MP-SP sobre mudanças na rede pública de saúde



A audiência pública aconteceu no auditório Queiroz Filho, na sede do MP-SP.

No último dia 27/03 (terça-feira), o assistente jurídico do Sindicomunitário-SP, João Paulo Lemos, acompanhou a audiência pública realizada pelo Ministério Público de São Paulo (MP-SP) na sede da entidade (Rua Riachuelo, 115 – Centro).

A reunião foi direcionada pelos objetivos traçados por Organizações Sociais (O.S.) como a Rede Nossa São Paulo e Cidades do Sonho, que apresentaram trabalhos conjuntos e busca da opinião dos cidadãos de nosso estado, juntamente com a Secretaria de Gestão da Prefeitura de São Paulo, por buscas para a criação das metas a serem alcançadas no Plano Plurianual (PPA), contando sempre com a fiscalização do Tribunal de Contas do Município de São Paulo.

Sendo uma audiência pública, o evento visou a participação da população em geral como forma de chamamento para as futuras audiências públicas que ocorrerão na Câmara Municipal de São Paulo, com data prevista entre o final do semestre e início do segundo semestre, provavelmente durante a gestão de Bruno Covas, que assumirá a prefeitura de São Paulo no lugar João Dória, que deixará o posto para concorrer ao governo do estado nas eleições deste ano.

A audiência pública contou com a participação do secretário municipal de Saúde, Wilson Pollara, que já havia aberto, pela manhã, a aula inaugural do curso “A atuação do Agente Comunitário de Saúde no trabalho em equipe e nas Redes de Atenção Básica à Saúde na cidade de São Paulo”, no auditório da Uninove (Campus Vergueiro). Diretores do Sindicomunitário-SP também participaram e a diretora Maria Luisa (2ª secretária geral) foi convidada a compor a mesa de abertura daquele evento.

Pollara defendeu a reestruturação que a prefeitura de São Paulo pretende fazer no sistema de saúde da capital. Segundo ele, nenhum equipamento público de saúde será fechado. A promotora de Justiça Dora Martin Strilicherk, da Promotoria de Justiça de Direitos Humanos da Capital, Área da Saúde, afirmou que irá "acompanhar o processo de reestruturação proposto pelo município”.

A audiência pública foi coordenada por Dora e acompanhada pelo também promotor de Justiça Arthur Pinto Filho. A escuta tem como objetivo coletar informações para instrução de inquérito civil sobre o tema, instaurado no dia 7 de março para acompanhar as notícias sobre o fechamento da Unidade Básica de Saúde (UBS) Tietê II e de outras unidades de saúde do município.

A promotoria se comprometeu a acompanhar projeto de reestruturação da saúde.

CLIQUE AQUI PARA LER A MATÉRIA COMPLETA NO SITE DO MINISTÉRIO PÚBLICO DE SÃO PAULO

#MinistérioPúblico #WilsonPollara #TietêII #saúdepública #audiênciapública #JoãoPauloLemos #sistemadesaúde #SUS

0 visualização

© 2017 por David Paiva

Av. Prestes Maia, 241 - 43º andar - Conj. 4301 - Vale do Anhangabaú/SP CEP 01031-001 -  (11) 3313-7495 ou (11) 3311-8521