• Assessoria de Comunicação

Dia D de combate ao Aedes aegypti contou com 14 mil profissionais



No último dia 2 de fevereiro (sábado) aconteceu a segunda grande ação de combate às arboviroses na capital paulista, o ‘Dia D de Intensificação das Ações de Prevenção das Arboviroses’ que envolveu 14 mil profissionais de saúde, incluindo a fundamental participação dos agentes comunitários de saúde (ACS) do município e agentes de promoção ambiental (APA), entre outros.

A primeira ação ocorreu em 24 de novembro do ano passado, quando mais de 61 mil pessoas foram imunizadas.

Arboviroses são as doenças causadas pelos chamados arbovírus, que incluem o vírus da dengue, Zika vírus, febre chikungunya e febre amarela. A classificação "arbovírus" engloba todos aqueles transmitidos por artrópodes, ou seja, insetos e aracnídeos (como aranhas e carrapatos), e principalmente o mosquito Aedes aegypti.

A ação deste dia 2 de fevereiro, que aconteceu das 7h às 17h, contou com uma força-tarefa composta por 14 mil profissionais da Saúde que atuaram em diversas frentes. A intensificação da vacinação contra a febre amarela ocorreu nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e em ações extramuros, com postos volantes, em locais como praças, parques, shoppings e estações de trem e de metrô.


Muita música, humor e alegria marcaram o último Dia D de Prevenção ao Aedes aegypti.

Também foi feita busca para localizar pessoas que ainda não foram imunizadas, panfletagem com material educativo e inspeção em regiões vulneráveis para abrigo de criadouros do Aedes aegypti.

É importante frisar que a cooperação entre poder público e a população foi fundamental para coibir a proliferação do mosquito vetor das arboviroses, especialmente no verão, época em que a incidência de chuvas favorece a reprodução do Aedes aegypti.

“No início das mobilizações, em novembro de 2018, 56% da população estava vacinada contra a febre amarela. Agora, são 77% dos paulistanos vacinados e chegaremos em 95% até maio!”, consta na página do Facebook do prefeito Bruno Covas.

Os agentes comunitários de saúde que foram convocados a participar dessa ação não titubearam e saíram às ruas e fizeram, mais uma vez, uma belíssima campanha. Em muitos casos houve música, brincadeiras, uma ampla campanha de conscientização e muita boa vontade desses profissionais que fazem seu trabalho com muito amor e dedicação.

Nesta segunda ação da campanha, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) publicou a Portaria nº 024/2019-SMS.G, no dia 12 de janeiro, no Diário Oficial do Município, que previu, inclusive, uma ajuda de custo de R$ 40 para cada trabalhador que atuasse na campanha.

O Sindicomunitário-SP esteve atento a atuação dessas companheiras e companheiros que, com muito amor, carinho e dedicação, fizeram sua parte para tornar nossa cidade um lugar mais saudável e seguro em relação a essas graves doenças.

Parabéns a todas e a todos por sua colaboração e consciência.

CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO PARA VER A GALERIA DE FOTOS DA ATUAÇÃO DESSES PROFISSIONAIS POR TODA A CAPITAL!


#dengue #arboviroses #Sindicomunitário #Campanha #zika #chikungunya #febreamarela #ACS #APA

6 visualizações

© 2017 por David Paiva

Av. Prestes Maia, 241 - 43º andar - Conj. 4301 - Vale do Anhangabaú/SP CEP 01031-001 -  (11) 3313-7495 ou (11) 3311-8521