• Assessoria de Comunicação

Diretores vão à Brasília mais uma vez brigar pelos direitos dos agentes de saúde


Nosso presidente Jaílson (esq.), ao lado do secretário geral João Paulo de Souza, durante reunião em Brasília, em auditório da Câmara dos Deputados, no último dia 11/12/2019

O presidente do Sindicomunitário-SP, companheiro Jaílson, e o secretário-geral João Paulo de Souza, participaram, em Brasília, de evento organizado pela CONACS (Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde) e pela Frente Parlamentar em Defesa dos Agentes Comunitários de Saúde, realizado no auditório Freitas Nobre, na Câmara dos Deputados, no último dia 11/12/2019 (quarta-feira).


A pauta do encontro foi, principalmente, discussões relacionadas aos seguintes assuntos: projeto de lei que versa sobre a diminuição da jornada de trabalho dos ACSs para 30 horas e o Curso Técnico de Agente Comunitário de Saúde prometido pelo Ministério da Saúde em nível nacional.


A CONACS declarou, através de sua presidente Ilda Angélica, que 2020 será um ano de muita luta em Brasília para a garantia do reajuste do Piso Salarial Nacional que, a partir de 2022, não terá mais a garantia de reajuste.


O presidente Jaílson colocou as suas preocupações em relação a diminuição de jornada para que isso não traga também para os ACSs a diminuição de salários e de benefícios.


O sindicalista também vê com grande preocupação a ideia que o Ministério da Saúde tem de capacitar os ACSs para que possam fazer outras atribuições, tais como aferição de PA, glicemia capilar e outros.


Os ACSs precisam estar focados na promoção e na prevenção em saúde, e não em avançar para a área da enfermagem.


CLIQUE AQUI PARA VER FOTOS DESSA IMPORTANTE REUNIÃO

405 visualizações1 comentário

© 2017 por David Paiva

Av. Prestes Maia, 241 - 43º andar - Conj. 4301 - Vale do Anhangabaú/SP CEP 01031-001 -  (11) 3313-7495 ou (11) 3311-8521