• Assessoria de Comunicação

Secretária municipal adjunta de Saúde apresenta proposta de Educação Permanente para ACS’s



A secretária municipal adjunta de Saúde, Dra. Maria da Glória Zenha, recebe diretores do Sindicomunitário-SP e dá a melhor notícia para a categoria neste início de ano: o projeto "Educação Permanente para os ACS's" já está em andamento.

O presidente do Sindicomunitário-SP, Jailson, acompanhado dos diretores João Paulo de Souza (Secretário Geral), Marta Sanches (Diretora Financeira), Valmir Aparecido (1º Secretário Geral), Zezito Roza (Secretário Administrativo), Andréia Carvalho (Diretora Deptº Jurídico) e Lauriano Gomes (Diretor Técnico), estiveram reunidos ontem, 07/02 (quarta-feira), com a secretária municipal adjunta de Saúde de São Paulo, Dra. Maria da Glória Zenha Wieliczka. A secretária estava acompanhada também da assessora técnica da pasta, Márcia Boacnin.

Essa reunião foi um desdobramento de uma reunião anterior, realizada no ano passado, no dia 10 de outubro, quando nossos diretores foram recebidos pelo secretário municipal de Saúde, Wilson Pollara, juntamente com a Dra. Maria da Glória e Márcia Boacnin. Na ocasião foram discutidos importantes pontos de interesse dos agentes de saúde, como a nova PNAB (Política Nacional de Atenção Básica), o aumento e valorização das Equipes de Saúde da Família (ESF) e a situação da UBS República, entre outros assuntos.

Na ocasião, o secretário e Dra. Maria da Glória comprometeram-se a firmar um compromisso conjunto entre a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e o Sindicomunitário-SP para, juntos, encontrarem maneiras de melhorar o atendimento no Sistema Único de Saúde (SUS) em São Paulo e valorizar o trabalho dos agentes de saúde. Desse encontro, duas propostas iniciais foram seladas.

O primeiro saldo dessa parceria aconteceu no dia 23/11/2017, uma quinta-feira. Tanto o secretário Pollara quanto a Dra. Maria da Glória cumpriram com suas palavras. A secretária adjunta esteve no auditório do Sindicomunitário-SP naquela data justamente para ouvir nossas demandas e como podemos fazer esta parceria realizar a prometida reestruturação na rede pública de saúde. Desse encontro, surgiu a segunda proposta, que foi a criação de algum tipo de treinamento ou curso que capacitasse os agentes comunitários de saúde para sua própria valorização e melhor atendimento, dinamismo e funcionalidade no SUS.

Promessa cumprida

E foi justamente essa a pauta da reunião de ontem (07/02). Dra. Maria da Glória apresentou aos nossos diretores uma proposta de “Educação Permanente para os ACS’s”, notícia que foi recebida com grande entusiasmo.

A secretária adjunta convidou o Sindicomunitário não apenas para apresentar seu projeto, mas também para ouvir sugestões e dar continuidade na parceria selada no ano passado juntamente com o secretário Wilson Pollara.


O presidente do Sindicomunitário-SP, companheiro Jailson, agradece a iniciativa da Secretaria Municipal de Saúde e leva à secretária Maria da Glória outras demandas da categoria.

Sob o título “O ACS, o Trabalho em Equipe e as Redes de Atenção à Saúde na Cidade de São Paulo”, a proposta baseia-se em pontos importantes que são anseios não apenas da categoria dos agentes de saúde, mas também das comunidades por ela assistida. Fundamentalmente, a ideia é resgatar o papel do ACS nas esquipes de saúde.

“O curso para os Agentes Comunitários de Saúde que a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de São Paulo está desenvolvendo é essencial para resgatar o papel deste profissional nas equipes de saúde e no atendimento da população. No curso, vamos discutir as principais funções e deixar claro quais as ações que devem ser exercidas por estes agentes, que são essenciais para o funcionamento da rede básica de saúde, agindo ativamente na promoção e prevenção da saúde de toda a população”, detalhou a secretária.

Entres esses pontos, destacam-se: o reconhecimento do ACS como agente fortalecedor da autonomia e protagonismo dos usuários, conhecedor dos recursos sociais disponíveis e da realidade do território; a formação integrada, em termos de competências, tempos e finalidades, evitando a fragmentação do processo formativo, mantendo a articulação entre as diferentes linhas, numa concepção abrangente da política de RAS; a consolidação das atribuições e ações do ACS na equipe de saúde, atendendo a integralidade da atenção à saúde; contemplar as especificidades da Cidade de São Paulo e sua complexidade; entre outros.

Inicialmente, a proposta considera que esse curso/treinamento tenha uma carga horária de 40h, sendo 32 horas presenciais e 8 horas de atividades em serviço. O cronograma proposto para absorver essa carga horária seria de 8 horas semanais, com cinco semanas de duração.


No final da reunião, pose para a foto oficial que marca essa importante iniciativa e conquista para os agentes de saúde de São Paulo: (Da esq. p/ dir.: Lauriano Gomes, Valmir Aparecido, Zezito Roza, Marta Sanches, Dra. Maria da Glória (atrás), Jailson, João Paulo de Souza, Andréia Carvalho e a assessora técnica da SMS, Márcia Boacnin.

Vale ressaltar que esta é uma proposta inicial, que ainda estará sendo discutida entre a Secretaria Municipal de Saúde, sindicato e categoria. Algumas sugestões já foram apresentadas pelo Sindicomunitário-SP imediatamente na sala de reunião do gabinete do secretário municipal de Saúde. Entre elas, uma melhor comunicação entre toda a rede do SUS, para um maior dinamismo, integração e linearidade tantos nos serviços quanto nas atribuições dos ACS’s.

Dra. Maria da Glória acredita que o projeto deva estar pronto para ser implantado ainda neste primeiro semestre.

CLIQUE AQUI PARA VER MAIS FOTOS DESSE ENCONTRO HISTÓRICO QUE PODE RESGATAR O SUS QUE A CATEGORIA E A POPULAÇÃO DE SÃO PAULO PRECISAM!

#WilsonPollara #SecretariaMunicipaldeSaúdedeSãoPaulo #SMS #DraMariadaGlóriaZenha #PNAB #cURSODEtREINAMENTO #Reunião

0 visualização

© 2017 por David Paiva

Av. Prestes Maia, 241 - 43º andar - Conj. 4301 - Vale do Anhangabaú/SP CEP 01031-001 -  (11) 3313-7495 ou (11) 3311-8521